Translate

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Pessoas preguiçosas trabalham mais....

Para realmente sermos alguém na vida, precisamos deixar de lado o que é fácil e confortável e encarar desafios que realmente exijam de nós um esforço maior. As pessoas preguiçosas – que preferem se manter no seu emprego meia-boca reclamando de tudo – são as que tendem a levar uma vida mais difícil, trabalhando muito, tornando-se o famoso preguiçoso ocupadíssimo.

É muito cômodo agarrar-se a um emprego e ficar reclamando do chefe, do salário, do governo. Ficar dizendo que “não dá”, que não pode largar o trabalho porque emprego tá difícil, culpar a família pela formação que teve. É fácil apontar para qualquer justificativa que não seja você próprio.

Quem consegue atingir uma qualidade de vida em que tem que trabalhar pouco e muito mais em gerenciamento do que em produção entende que, para isso, é preciso sair da zona de conforto e se arriscar.

É difícil abrir uma empresa própria, conseguir fontes alternativas de renda, investir em imóveis e ações. Só que essa dificuldade pode leva a vida para um caminho fácil, onde as fontes de renda passiva sobreponham-se aos seus gastos mensais.

Quando isso acontece, você ganha o jogo do dinheiro. Em outras palavras, você não precisa mais trabalhar, a não ser que queira isso. Quando você trabalha só porque quer, não precisa se submeter a um chefe carrasco, a uma empresa sem-noção ou a serviços que você detesta. Isso é que é liberdade e quem é preguiçoso nunca vai conseguir provar dela.

Assim, com esse texto, vou deixar de ser preguiçosa...