Translate

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Chegou o momento de fazer uma escolha... como tomar uma decisão importante?

Tem de tomar uma decisão importante? Peça ajuda ao seu subconsciente!


Uma das coisas que mais nos aflige tem a ver com o facto de por vezes termos uma decisão importante para tomar e não sabermos que volta dar-lhe.

Uma das formas mais interessantes de resolver esta questão é utilizar o nosso inconsciente ou subconsciente (como preferirem chamá-lo) para nos ajudar.

O subconsciente é, de fato, um amigo fantástico, que nos ajuda a resolver estas situações ou até a termos novas perspectivas sobre o assunto.
Mas como é que nós conseguimos chegar a ele sem utilizar meios externos à nossa pessoa?
Muito simplesmente usando técnicas de Liderança Intrapessoal e auto hipnose.
O processo é bastante simples, necessitando para tal de estarmos num estado de relaxamento razoavelmente profundo para ser mais fácil.

Caso já tenham feito o exercício da âncora de relaxamento, basta que o usem para entrar num estado de relaxamento e depois o aprofundem da forma que temos usado, por exemplo, com a contagem de 10 para 1 em cada expiração.

Caso ainda não possua a sua âncora de relaxamento, o processo inicial para o relaxamento passa essencialmente pelos seguintes pontos:

1. Procure uma altura do dia em que disponha de 15 a 20 minutos para fazer este exercício sem ser incomodado.

2. Sente-se confortavelmente com os pés bem assentes no chão e com as pernas descruzadas.

3. Poise as mãos sobre as pernas e comece a relaxar fazendo 2 ou 3 respirações profundas.

4. Quando sentir o seu corpo mais calmo, comece a aprofundar o relaxamento imaginando que está a descer uma escadaria, bastante segura e iluminada, com um corrimão bastante seguro.

5. A escadaria tem 21 degraus. Imagine que cada vez que expira, desce um degrau. Vá expirando e contando, 21, 20, 19 ... até chegar ao 1.

6. Nesta altura, deverá já estar bastante relaxado. De olhos fechados, abra as mãos e pouse-as com as palmas para cima, em cima dos joelhos.

7. Foque-se na decisão a tomar.

8. Peça ao seu subconsciente que lhe apresente uma imagem da decisão na sua mão esquerda. Pode fazê-lo em voz alta, ou só para si. Mas o facto de o fazer vai despertar uma parte de si que o vai ajudar.

9. Espere que a imagem se forme. Assim que aparecer, agradeça ao seu subconsciente. Este passo do agradecer é muito importante.

10. Agora peça ao seu subconsciente que na sua mão direita lhe forme uma imagem dos recursos que tem para poder tomar uma boa decisão.

11. Espere que se forme e novamente agradeça.

12. Agora junte as duas mãos uma por cima da outra como se estivesse a segurar algo no seu meio e não o quisesse deixar fugir.

13. Peça ao seu subconsciente que lhe crie no interior das suas mãos em concha uma imagem de como seria a decisão ideal.

14. Abra as mãos colocando uma por cima da outra e espere que a imagem se forme.

15. Agradeça ao seu subconsciente.

Após este processo, devemos respirar fundo e abrir os olhos. Não nos devemos prender com análises às imagens que apareceram.

A ideia é que isto fique a trabalhar durante o dia ou a noite no nosso subconsciente e possamos chegar a conclusões mais facilmente.

Se quiser aprender a fazer este exercício ainda mais facilmente, porque não frequentar o nosso próximo Workshop de Liderança Intrapessoal?
"Tem de tomar uma decisão importante? Peça ajuda ao seu subconsciente!
Autor: José de Almeida
http://www.ideiasedesafios.com/



OU AINDA PODE BASEAR-SE EM UM LADO MAIS ESPIRITUALIZADO...mas procura sempre decidir sua vida antes que a decidam por você! Ok?


Você já enfrentou uma situação em que foi difícil tomar uma decisão? Já tomou, alguma vez, uma decisão errada? De fato, todos os dias temos que tomar decisões. Hoje vamos compartilhar seis importantes princípios que podem ajudar você a decidir corretamente.


1-TODA DECISÃO TEM SUAS CONSEQUÊNCIAS – Você hoje é o produto das decisões que tomou no passado. Há um pensamento que diz: “O homem é o arquiteto de seu próprio destino.” Existem decisões que são para toda a vida. A escolha do cônjuge, a carreira universitária, entre outras, são exemplos da importância de tomar boas decisões.

2-MÁS DECISÕES TRAZEM MÁS CONSEQUÊNCIAS- Jean Paul Sartre (filósofo) defendia a ideia de que o homem é livre para tomar suas decisões, independentemente do preço das consequências. Seria como dizer: “A vida é minha e faço com ela o que eu quiser!” Como este pensamento se desenvolveu em nossa sociedade moderna, muitos se deixam levar pelas emoções e tomam decisões deixando de lado os princípios que Deus instituiu em Sua Palavra (Êxodo 20:3-17). Deus está vivo e quer o seu melhor. Por isso deixou estes princípios para você.

3-VOCÊ DECIDE, MAS DEPOIS AS DECISÕES DECIDEM POR VOCÊ- Você pode decidir, mas depois não tem poder de escolher as consequências. Em outras palavras, você escolhe a decisão, mas não os resultados de sua escolha. Uma pessoa que decide lançar-se do alto de um prédio, não pode escolher as consequências, caso se arrependa depois de já ter pulado de lá. Assim também uma pessoa que mente, rouba, engana ou se entrega aos vícios não colherá bons frutos de suas ações, pois colhemos o que plantamos.

4- SUAS DECISÕES AFETAM OS QUE ESTÃO AO SEU REDOR- No momento de decidir, pense também nos que estão próximos a você. Por exemplo, os pais sofrem quando um filho é rebelde; esposa e filhos sofrem quando há infidelidade no matrimônio etc. Podemos evitar tudo isso tomando decisões corretas.

5- NÃO TOMAR UMA DECISÃO JÁ É UMA DECISÃO – Os princípios são importantes porque nos libertam das consequências de nossas más decisões. Se você não decidir mudar o rumo de sua vida, estará condenado às consequências dessas decisões.

6- DEUS PODE TRANSFORMAR AS CONSEQUÊNCIAS DE UMA MÁ DECISÃO EM UMA BÊNÇÃO – Deus tem um poder sobrenatural para transformar as situações e fazê-las “conspirar a teu favor“. Ele restitui matrimônios destruídos, aproxima filhos e pais desunidos, dá a paz em seu viver e lhe dá sabedoria para decidir corretamente. A única coisa que Ele pede é: “Dá-me, filho meu, o teu coração“ (Pv. 23:26). A palavra “coração“ na Bíblia é sinônimo de mente. Deus diz isso porque sabe que nosso coração é enganoso, decide mal. Por isso, decida agora por Ele. Não lute mais sozinho. Abra o seu coração para Jesus. Ele mudará o rumo de sua vida!

Por : Pr.Fernando Rocha