Translate

terça-feira, 1 de novembro de 2011

> Por que as mulheres choram?






As mulheres choram porque têm coragem!

Coragem de assumir que amam. Coragem de assumir que querem, que sentem falta, que sentem medo, que dói.
Coragem de dizer “você é tudo pra mim” ao mesmo tempo em que pronuncia “você não merece o meu amor”.

As mulheres choram porque são transparentes:

Não escondem o que sentem. Não metem pra si mesmas tentando esconder que amam. Apenas amam e admitem o seu amor aos quatro cantos do mundo. Mesmo que uma mulher tente esconder um amor, ainda assim estará estampado no seu rosto que amam.
Quanto vale um amor oculto? Nada. As mulheres mais do que ninguém sabem que um amor não pode ficar no anonimato, por isso amam e fazem questão de anunciar este amor. E choram quando ele chega e choram quando ele parte.

As mulheres choram por que são frágeis e hiper sensíveis?
  
Não! As mulheres choram por que têm sentimentos. Ódio, medo, vergonha, dor, alegria, AMOR. As mulheres são constituídas de sentimentos. São revestidas de sensibilidade. E essa presença de sensibilidade não as tornam tênues e indefesas. As tornam ainda mais resistentes e verdadeiras fortalezas.

Lágrimas correm nos olhos de mulheres que admitem que perderam.
Aos prantos uma mulher confessa “eu não quero te perder, você é tudo pra mim”. Chorando ela vê seu amor partir sem olhar para trás. Choramingando ela se ergue lentamente e começa a recolher os cacos de si que se espalharam pelo chão. De pé e ainda com as lágrimas a correr-lhe os olhos ela recomeça a andar. Olhando o horizonte vazio ela se lembra de tudo que foi bom, de todas as alegrias, de todos os “eu te amos”, do sorriso, do cheiro, da cor, da força, da voz... Lembra-se de tudo que aquele homem foi para ela. E chora.

Essa é a mulher, mesmo diante do fracasso, junta os seus cacos e ainda assim, abatida, desnorteada, tem a força necessária para lembrar-se do dia feliz.
O que faz a mulher chorar não é fragilidade é a força!
Outras Redes sociais:
e-mail/msn entendoelas@gmail.com

Também...


> Um garotinho perguntou à sua mãe: - Mamãe, por que você está chorando?
> E ela respondeu: - Porque sou mulher...
> -Mas... eu não entendo.
> A mãe se inclinou para ele, abraçou-o e disse: - Meu amor, você jamais irá entender!...
> Mais tarde o menininho perguntou ao pai: - Papai, por que mamãe às vezes chora, sem motivo?
> O homem respondeu: - Todas as mulheres sempre choram sem nenhum motivo...
> Era tudo o que o pai era capaz de responder...
> O garotinho cresceu e se tornou um homem. E, de vez em quando, fazia a si mesmo a pergunta: Por que as mulheres choram, sem motivo para isso??
> Certo dia esse homem se ajoelhou e perguntou a Deus: - Senhor, diga-me...
> Por que as mulheres choram com tanta facilidade?
> E Deus lhe disse:
> -Quando eu criei a mulher, tinha que fazer algo muito especial.
> Fiz seus ombros suficientemente fortes, capazes de suportar o peso do mundo inteiro... porém suficientemente suaves para confortá-lo!
> Dei a ela uma imensa força interior, para que pudesse suportar as dores da maternidade e também o desprezo que muitas vezes provém de seus próprios filhos!
> Dei-lhe a fortaleza que lhe permite continuar sempre a cuidar da sua família, sem se queixar, apesar das enfermidades e do cansaço, até mesmo quando outros entregam os pontos!
> Dei-lhe sensibilidade para amar seus filhos, em qualquer circunstância, mesmo quando esses filhos a tenham magoado muito...
> Essa sensibilidade lhe permite afugentar qualquer tristeza, choro ou sofrimento da criança, e compartilhar as ansiedades, dúvidas e medos da adolescência!
> Porém, para que possa suportar tudo isso, meu filho... eu lhe dei as lágrimas, e são exclusivamente suas, para usá-las quando precisar.
> Ao derramá-las, a mulher verte em cada lágrima um pouquinho de amor.
> Essas gotas de amor desvanecem no ar e salvam a humanidade!
> O homem respondeu com um profundo suspiro...
> -Agora eu compreendo o sentimento de minha mãe, de minha irmã, de minha esposa...
> Obrigado, meu Deus, por ter criado a mulher!