Translate

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

DE VOLTA PRA CASA... maravilhoso!


Reconhecer que o ser humano, como todo ser vivo, tem um ciclo vital;

Perceba agora como, em sua própria vida, há ciclos em andamento. O chão da casa que empoeira e é varrido, a cama que se desarruma ao ser usada e depois é arrumada, a roupa usada, lavada, passada e guardada.  No dia a dia também há ciclos. Ciclos de trabalho ou estudo, seguidos de descanso. A nutrição do corpo, as emoções que vêm e vão, os ciclos de aprendizagem e aplicação do aprendizado, de preparação e de realização, assim como na natureza, o semear e o colher. No momento presente, você inspira e expira; o bater do coração faz circular o sangue, e este está a cada momento renovando cada e toda célula.  Assim como na natureza, você se beneficia desses ciclos e da alternância, é isso que permite a existência da Vida, uma maravilhosa harmonia de criação, transformação e renovação. É isto que lhe mantém vivo(a).
Mas há diferenças nos ciclos da vida, nos seus ciclos de vida. Assim como as águas de um rio apenas parecem as mesmas, e a cada momento se renovam, cada etapa de cada ciclo vem renovada.  E cada aparente retorno é um recomeço, um novo começo. A cada dia, a cada despertar, a vida se renova, sua vida é nova... novo dia, com suas próprias diferenças... novos momentos, novos pensamentos, que por mais que pareçam os mesmos, nunca são. Assim como as chuvas se parecem, emoções parecem as mesmas, e nunca são... Pessoas que parecem as mesmas, mas com suas próprias diferenças, pessoas a cada momento modificadas... pelo momento anterior. 
Compondo o imenso Todo, milhares, milhões desses ciclos, não, na verdade espirais de vida, compondo esse todo do qual você é parte, ao qual você pertence, e que você modifica, apenas por existir, como também ao agir. Cada espiral de vida com suas próprias espirais, com suas próprias vibrações, com seu próprio fluxo, e que, às vezes se tocam, se encontram... trocam... ficando... ou indo... e talvez voltando, talvez continuando... infinitas possibilidades. E esse imenso Todo, ele poderia existir sem você, mas você existe, e o Todo é diferente, fica diferente, você o torna diferente, um pouco aqui, um pouco mais ali, a cada escolha, sua espiral torna diferente a infinita espiral de espirais de movimento e transformação... que, eternamente, vibrantemente, estão acontecendo... agora.
Virgílio Vasconcelos Vilela



Todo começo é mais difícil… primeiro dia de trabalho, primeiro dia na escola, primeiro dia de treino na academia, primeiro dia de dieta. Assim é o início.
O Começo traz inseguranças, incertezas, medos, dúvidas, ansiedades… qual mãe que não se lembra das imensas dificuldades enfrentadas no nascimento de seu primeiro filhinho?
E quando se inicia um projeto… às vezes você nem sabe por onde começar, não é mesmo? Mas, quando você termina o tal projeto, qual a sensação que você tem? Com certeza a de missão cumprida!
Existem também começos que a gente não pode escolher: Não escolhemos aonde nascermos, quem seriam os nossos pais, se nasceríamos em família rica ou pobre, não escolhemos as roupas que vestíamos no início da nossa vida, a cor da nossa pele, dos nossos olhos, do nosso cabelo.
Porém, há começos que são escolhidos por nós… coisas que começamos bem e que o seu final foi muito feliz! Mas há também coisas que começamos mal… quem é que não começou algo errado em sua vida, hein?
Mas HOJE, especificamente AGORA, você pode mudar o fim de alguma coisa na sua vida. Não dê importância aos seus maus começos, porque NÓS podemos preparar um final muito melhor do que o nosso começo!
“O fim pode ser igual ao início de um novo começo.”
Reflita. Isso é Profundo!
Mesmo você tendo vivido coisas muito boas em sua vida, o seu hoje e as coisas que estão por vir sempre serão muito maiores e melhores do que o ontem!
Quando DEUS começa alguma coisa, não há erros, não há afobação, não há tropeços, não há tristeza, não há decepção, pois a boa obra que Ele começa, Ele termina! O nosso Deus é o Responsável por nos conduzir até o fim…


Leia mais em: http://www.vaiarrebentar.com.br/o-comeo-e-o-fim/#ixzz1b3SFxqMn