Translate

domingo, 16 de outubro de 2011

Saiba como superar o fim de uma relação


Toda relação contribui para construir a história de vida
Enquete

Quando a relação acaba você:

Cai na balada para conhecer novas pessoas
Fica trancada em casa lamentando a perda
Liga para o ex e insiste para voltar

Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Faça sua pesquisa na Internet:

Quando se vive um amor, a última coisa que vem à cabeça é o fim da relação. Entretanto, o dia do término pode chegar porque, assim como a vida, o relacionamento apresenta seu ciclo natural com começo, meio e fim.
E se este momento acontecer, não há razão para se desesperar. Basta encarar a situação e retirar dela experiências positivas que contribuam com o seu amadurecimento emocional.

Algumas mulheres se perguntam qual é a hora de colocar o ponto final no relacionamento. A psicóloga da Unifesp, Mara Pusch, afirma que o fim ocorre quando o namoro ou casamento deixa de ser saudável. "Quando uma relação acaba, na verdade, os dois sabem. Mas, um é mais corajoso para tomar a iniciativa de terminar", acredita.

A também psicóloga Sueli Castillo compartilha da mesma opinião. "Arrastar uma situação em nome de um amor onde não existe reciprocidade acaba desgastando e destruindo o que poderia ser uma lembrança positiva do que aconteceu em sua história de vida", diz. "Se apenas um ama não existe mais a relação", completa.

E se ele decidiu tomar a iniciativa do término não há motivos para acreditar que seu mundo desabou. É claro que, em um primeiro momento, é aconselhável afogar as mágoas e chorar para amenizar a angústia. O segundo passo para dar a volta por cima é retomar a vida social, reencontrar os amigos e fazer atividades prazerosas.

Passada a fase da fossa, é hora de contabilizar os ganhos e as perdas de tudo isso. "O ideal é não levar como uma ferida por muito tempo e não encarar como uma tragédia. O mais importante é refletir para analisar as responsabilidades de cada um na relação", diz Mara. Sueli Castillo, por sua vez, ressalta ser fundamental o autoconhecimento para poder superar a crise de uma forma menos dolorida.

Uma tática para se recuperar mais rápido é afastar-se do parceiro, fazendo valer a máxima "o que os olhos não vêem o coração não sente". E, apesar de muitas mulheres desejarem, é impossível riscá-lo da sua vida. "Esquecê-lo definitivamente é quase impossível, mas ter a convicção de que ele já pertence ao passado e como tal não volta é essencial", afirma Sueli. Já Mara aconselha a mulher a se dar conta de que no momento aquele tipo de relação acabou, não significando que futuramente ambos não possam voltar a se relacionar, até mesmo como amigos.

A psicóloga Mara Pusch alerta para não cometer o erro de entrar em um novo relacionamento só por entrar e tomar o cuidado de não procurar alguém apenas por auto-afirmação. Não leve seus medos de relações anteriores para um novo namoro, pois cada pessoa é um ser único que, certamente, contribuirá para construir sua vida.

Portanto, levante a cabeça, ponha sua melhor roupa e sinta-se bonita. Aproveite os benefícios que só a solteirice pode trazer, como desfrutar de total liberdade de escolha e fazer o que bem quiser sem ter de dar satisfação a alguém.

Dando a volta por cima
Quem nunca viveu um grande amor que atire a primeira pedra. Aliás, aquelas histórias de romances complicados de novela também existem na vida real.

A jornalista Hérika Dias, 24 anos, teve um amor que a marcou pelo resto de sua vida. O namoro de faculdade teve seus altos e baixos. Inicialmente, eles pareciam viver um amor de conto de fadas, porém, a separação foi bastante dolorosa para ela. "O término não foi amigável. Houve até agressão", conta Hérika.

Hérika caiu em depressão e até se afastou por seis meses da faculdade. Alguns fatores foram essenciais para que o ex passasse a ser um personagem do passado, como o apoio de amigos e familiares. "Eu estava super mal e não via perspectiva de melhora. Até que eu senti Deus. E como forma de agradecimento a minha recuperação, resolvi me batizar no catolicismo", afirma.

Apesar de o namoro ter se tornado águas passadas, ele lhe trouxe uma lição de vida. "Cresci achando que homem não prestava, até que passei a acreditar cegamente nele. Hoje, já não acredito mais nas pessoas; acho que ele tirou esta minha inocência", diz Hérika. Ela não guarda mágoas e até reconhece o valor da relação. "Tenho certeza de que foi amor e de que jamais outro namoro chegará perto da intensidade desse", afirma.

A estudante Mariana Oliveira, 24 anos, é prova de que qualquer relacionamento serve para compor a história de vida. Aos 20 anos, Mariana conheceu aquele que parecia ser seu amor eterno. Contudo, ela não imaginaria que o repentino término de seu namoro seria motivado pelo reatamento do noivado do ex com a namorada anterior.

Triste e deprimida, Mariana resolveu não procurá-lo mais. Até que foi surpreendida com o pedido de volta do ex. O que ela não contava é que, neste momento, ele continuava noivo da outra.

Após término definitivo, a estudante diz que embora toda a situação tenha feito muito mal a ela, foi a melhor coisa que já lhe aconteceu. "A mulher em que eu me transformei, a maturidade que eu alcancei e o valor que eu passei a dar para às pessoas que se aproximaram de mim depois disso foi o melhor que podia me acontecer. Dei a volta por cima, estou bem pessoalmente e profissionalmente", finaliza.

Serviço:
Associação Paulista de Terapia Familiar
Site: http://www.aptf.org.br

Instituto de Psicologia da USP
http://www.ip.usp.br/servico_atendimento.htm

Mara Pusch - psicóloga
Tel.: (11) 3817-5615

Sueli Castillo - psicóloga
Email: suelicastillo@terra.com.br

Redação Terra

 AMANDO E APRENDENDO

CLARISSA DE FRANCO

Na verdade, sendo o amor uma tarefa sublime e dedicada, quando ele acaba, é sinal de que a tarefa cumpriu seu papel, ensinando algo a nós. Todo ensinamento gera uma mudança de percepção e esta nunca vem facilmente. Seria ótimo se fôssemos seres totalmente moldáveis, flexíveis, prontos para fazer o que é certo no momento certo, bla, bla, bla. Se fosse assim, nem precisaríamos de prisões, pois nem haveria o que corrigir (imaginem só!). Também não precisaríamos de professores, pois seríamos todos mestres de nós mesmos. Mas o ser humano é imperfeito e precisa do amor para visualizar e manter-se no caminho do bem.
Portanto, leitor, leitora, se você perdeu um amor recentemente, saiba que ganhou muitas lições e que o amor cumpriu sua tarefa de ensinamento, de mostrar-lhe o caminho da luz, do bem, da generosidade. Mesmo se estiver diante de muita dor, tente substituíla pela consciência de que valeu, sim, a pena, pois, mesmo ainda amargurada, você certamente é melhor pessoa do que antes desse amor, pois uma nova visão foi agregada à sua antiga, somando valores. Ainda que o relacionamento tenha sido conturbado, problemático, cheio de altos e baixos, havia uma semente de amor, tentando sobreviver, ensinar, cuidar. Fique com a semente e desapegue-se do que deveria ter sido.
O desapego do ideal é a chave para qualquer nova possibilidade de amar.Deixe o fluxo da vida correr, afinal, ele não está realmente em nossas mãos. Procure ser grato(a) ao que pôde viver e aprender com o antigo amor e chame o novo!

A hora de se abrir é a hora de ser feliz. Hoje e sempre. Com 20, 30, 40, 50, 60, 70 anos... não importa. Enquanto ainda houver vontade de se melhorar, de experimentar, de ousar, lá está a semente do amor a brotar. Transforme seus brotos em flores e frutos e ouse começar de novo.

O universo sabe quando alguém quer florescer e devolve com carinho esse gesto de abertura. Renovar é viver!

AGORA UMA ORAÇÃO PARA AJUDÁ-LO MAIS AINDA A SUPERAR ESSE MOMENTO DIFÍCIL

Oração para quem perdeu o amor

Sei e acredito que o meu amor é ilimitado.
Alguém que eu amava tanto, se foi, mas não levou o bem mais precioso que eu tenho, que é a capacidade de amar.
Alguém, que eu busquei durante tanto tempo na minha vida, ainda não chegou, mas eu não perdi a esperança. O meu coração está aberto e cheio de amor para dar.
Sim, eu tenho dentro de mim um coração cheio de amor e, como pela lei da mente, o semelhante atrai o semelhante, o meu amor está atraindo para mim um grande amor.
Jesus, o maior sábio de todos os tempos, disse certa vez que tudo o que eu pedir, ao Pai, em oração, crendo, eu receberei. Tudo. Um grande amor também. Principalmente um grande amor. Porque o amor é a razão de ser da vida de qualquer pessoa. Ele afirmou esta sentença porque entendia do poder da mente. Ele sabia e lembrou que tudo o que é desejável é realizável, desde que eu tenha a fé decidida de que assim é e assim será.
Eu acredito que minha mente subconsciente está ligada na mente subconsciente de todas as pessoas do mundo, por isso a inteligência infinita da minha mente subconsciente sabe onde está a pessoa que me ama, que combina comigo, que adora estar comigo e que quer me fazer feliz.
A sabedoria infinita, que está em mim, sabe como é o meu coração, sabe dos meus sentimentos e desejos e, portanto, sabe que eu desejo amar e fazer feliz essa pessoa que anda à minha procura e que é parte de mim.
Desde o momento que a minha mente saiu em busca de um amor, sou como uma metade que está atraindo a outra metade, cuja união e fusão, formarão uma unidade perfeita, harmônica e completa. Foi isso mesmo que disse Deus na bíblia: “E os dois serão um só corpo e um só espírito.”
Isso é maravilhoso!
Minha mente agora é um aparelho transmissor que está emitindo uma mensagem de amor para todos os recantos da terra, onde quer que exista um ser vivente, e sei que há uma pessoa querida, maravilhosa, terna e amorosa, como a imagino, que está sintonizando a minha mensagem e vem vindo na minha direção.
Muito obrigado a você, amor, porque você já está em mim e comigo.
Adoro a sua beleza. Adoro a sua personalidade sadia e inteligente. Adoro seu coração cheio de afetos e de sentimentos lindos e profundos a meu respeito. Adora sua capacidade de compreensão e o apoio que já está me dando. Adoro o seu sorriso puro e o seu entusiasmo por tudo aquilo que eu faço e por tudo aquilo que eu desejo na vida. Adoro a sua presença calma e confiante. Adoro seu espírito criativo, que sempre tem surpresas para me encantar e para avivar o nosso amor.
Sabe, é admirável como você é exatamente a pessoa com a qual eu sempre sonhei. Até mesmo este seu espírito aberto e positivo, que sabe levar a vida com fé e otimismo, é bem como eu queria.
Eu tenho um coração cheio de ternura para dar a você. Eu tenho um amor inesgotável para dar a você a cada momento do dia.
Eu respeito você, assim como você é, com essas qualidades, com essas ansiedades, com essas fraquezas, com essa imensa boa vontade.
Você pode contar sempre comigo, nas horas boas e nas horas amargas.
Nosso amor está crescendo desde já, sempre vivo e livre, porque é na liberdade que o amor mais cresce e mais se aprofunda.
Amo os seus ideais e você ama os meus ideais.
Olha, eu não quero reformar e nem escravizar você, nem você quer me escravizar e nem me reformar; nós, no entanto, nos entendemos, nos estimulamos, nos ajudamos e dialogamos calmamente até encontrarmos a verdade, que não é minha propriedade nem sua propriedade. É isso que nos mantém unidos e enlaçados no amor perene.
Sei que não estou sonhando e que não estou dizendo utopias.
A sua mente é uma com a minha, por isso já nos conhecemos e, tendo você dentro de mim, devo encontrar você fora, pois esta é a lei universal da mente e, por conseqüência, é a Lei do Criador, a lei do pedido e do atendimento.
Muito obrigado porque você recebeu e ouviu o meu chamado.
Entre. A porta do meu coração está aberta para você.
Entremos e brindemos o nosso amor.
Eu sei que tudo isso já está realizado na mente divina e agora concluído e realizado em nós.
Muito obrigado, pai.
Muito obrigado a você por ter vindo.
Obrigado pelo nosso amor. Obrigado do fundo do meu coração e da minha mente.
Assim é e assim será.
Fonte: O poder infinito da sua mente (Padre Lauro Trevisan)